Idosos são atacados em casa no Paraná e mulher de 86 anos morre

CURITIBA - Aos 86 anos de idade, a aposentada Frida Ruthes foi morta com uma facada, na tarde desta terça-feira, dentro de sua casa, em Rio Negro, a cerca de 120 quilômetros de Curitiba, no sul do Paraná.

Agência Estado |

Seu irmão Júlio, de 78 anos, também foi atacado com um objeto cortante. Apesar de ficar desmaiado por cerca de duas horas, conseguiu recuperar-se e descansa em casa de familiares. A polícia disse que tem suspeitos e que não descarta nenhuma hipótese para o crime.

Segundo o delegado Maurício Souza da Luz, o aposentado disse que tinha saído de casa para fazer compras para o almoço. Quando retornou viu a irmã caída com uma faca cravada no pescoço. Ele afirmou ter ficado tonto e caído, provocando uma lesão no supercílio. Teria acordado cerca de duas horas depois, quando pediu ajuda aos vizinhos. No hospital, os médicos perceberam que Júlio também tinha levado uma pancada na cabeça, com algum objeto cortante, provavelmente o motivo do desmaio.

Luz disse que os dois viviam de aposentadoria rural e que foi encontrado dinheiro tanto na casa quanto no bolso da roupa de Júlio. Mas não se descarta nem mesmo a possibilidade de o crime ter sido cometido com o intuito de roubo. "Eles podiam ter dinheiro em outro lugar ou algum objeto ter sido roubado", ponderou.

O delegado afirmou que, apesar de viverem de forma simples, os irmãos costumavam acolher pessoas que pediam comida ou dinheiro e outras que os ajudavam a tomar banho ou puxar água. Ele está ouvindo vizinhos, parentes e algumas das pessoas que frequentavam a casa. Segundo Luz, as informações são de que os Ruthes não tinham desentendimentos com outras pessoas.

Leia mais sobre: assassinato

    Leia tudo sobre: assassinato

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG