A equipe de resgate do Corpo de Bombeiros conseguiu resgatar no início da noite de hoje o operário José Francisco da Silva, de 63 anos, que ficou preso dentro de uma cisterna por quase 35 horas, numa chácara de Igarapé, na região metropolitana de Belo Horizonte. Segundo os bombeiros, o idoso está em boas condições de saúde e, aparentemente, sem nenhuma fratura.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, Silva apresenta algumas escoriações, principalmente na perna, que ficou presa sob a pedra dentro do poço, e foi levado para o Hospital João XXIII, na capital mineira, onde passará por exames detalhados. Para conseguir tirá-lo do local, os bombeiros trabalharam na fragmentação da rocha, num ritmo de trabalho lento para garantir a segurança de Silva e do soldado que o acompanhava.

Uma bomba de sucção teve de ser instalada para evitar que o nível da água subisse na cisterna. A vítima ficou presa desde às 8h30 de segunda-feira no local, que fica no condomínio Ouro Verde. O poço tem 85 centímetros de diâmetro e 23 metros de profundidade. Conforme os bombeiros, a operação foi complicada devido ao espaço estreito e a posição em que Silva estava.

Silva fazia uma escavação no reservatório quando uma pedra se deslocou e prendeu sua perna. Algumas manilhas que estavam no local também dificultaram os trabalhos do Corpo de Bombeiros no resgate.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.