Idoso é preso após tentar matar ex-mulher a marretadas

Um homem de 63 anos foi preso nesta terça-feira após tentar matar a ex-mulher a golpes de marreta em Ermelino Matarazzo, na zona leste de São Paulo. Uma testemunha avisou a polícia que a mulher havia sido agredida e que a vítima se encontrava internada em estado grave no Hospital Ermelino Matarazzo.

Agência Estado |

A vítima contou que ambos dormiam juntos na casa do acusado, quando ele a acordou com um golpe de marreta na cabeça. A mulher, de 21 anos, ficou desnorteada e ele continuou com as pancadas, dizendo que ela não viveria com mais ninguém se não fosse com ele.

Com os golpes, a vítima caiu da cama, em cima do colchão em que a filha deles, de 3 anos, estava dormindo. A menina acordou assustada e, vendo o pai agredindo a mãe, começou a gritar. Mesmo assim, o acusado deu outra marretada na vítima e bateu a cabeça dela contra o chão por diversas vezes.

Ela conseguiu tirar a marreta das mãos dele e evitar que o agressor a sufocasse. Vendo que a vítima permanecia viva, o ex-marido pegou o edredom e apertou contra rosto da mulher, impedindo sua respiração. Neste momento ela fingiu estar morta. Ele então saiu de cima dela, pulou a janela do quarto e fugiu.

A vítima contou aos policiais que foi casada com o indiciado por quatro anos, mas estavam separados desde agosto do ano passado. Ela então voltou a morar com os pais dela, em Campo Mourão, no Paraná. A vítima teria vindo trazer a filha para visitar o pai, já que eles sempre se falavam por telefone e ele dizia estar com saudades da menina. Segundo a vítima, nunca houve desentendimentos, mesmo após o rompimento da relação.

    Leia tudo sobre: idoso

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG