Idade do pai favorece distúrbio bipolar no filho, indica estudo

Filhos de pais mais velhos têm uma maior chance de desenvolver distúrbio bipolar, de acordo com um estudo do Instituto Karolinska, na Suécia. O estudo sueco, publicado ontem, aparece na edição de setembro da Archives of General Psychiatry .

Agência Estado |

Uma das teoria é de que os espermatozóides de homens mais velhos têm mais chances de sofrer mutações.

Pesquisadores analisaram o registro governamental de mais de 80 mil pessoas, incluindo 13.428 com distúrbio bipolar que nasceram entre 1932 e 1991. Os riscos começaram a aumentar ao redor dos 40 anos e eram mais fortes a partir dos 55. Crianças nascidas desses pais tinham 37% mais chances de desenvolver o distúrbio que aquelas nascidas de pais de cerca de 20 anos. A idade das mães não pareceu ser um fator importante.

Embora a pesquisa não explique por que pais mais velhos têm mais filhos bipolares, ela "reforça a noção de que há um componente biológico nisso", disse Harold Pincus, da Universidade de Columbia.

O distúrbio bipolar causa mudanças dramáticas de humor e afeta cerca de 5 milhões de americanos.

A idade avançada dos pais também já foi ligada a defeitos de nascença e alguns bancos de esperma têm limites de idade para doadores.

AE/AP

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG