Ida de Lula à capital mineira mobiliza candidatos

A primeira visita do presidente Luiz Inácio Lula da Silva a Belo Horizonte, após o início oficial da campanha eleitoral, mobilizou os principais candidatos a prefeito da capital mineira, que tentam colar suas imagens na popularidade do presidente. Está prevista para o início da noite de amanhã a presença de Lula na sessão especial da 7ª edição do Festival Lixo e Cidadania, quando será assinado um convênio de cooperação técnica e desenvolvimento tecnológico entre a Itaipu Binacional e o Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Recicláveis (MNCR).

Agência Estado |

Na campanha em Belo Horizonte, as referências ao presidente estão concentradas nas candidaturas de Márcio Lacerda (PSB), Jô Moraes (PC do B) e Leonardo Quintão (PMDB), respectivamente os três primeiros colocados nas pesquisas de intenção de voto. Apesar do alerta da Secretaria Geral da Presidência da República de que trata-se de um ato oficial e a Lei Eleitoral impede a participação de candidatos, Quintão e Jô já disseram que pretendem comparecer ao evento.

"Estarei junto com o Lula em qualquer lugar. Onde o Lula subir eu subo atrás. O Lula é de todos, ele é querido e bem-vindo em qualquer palanque. Não se pode apropriar do presidente", disse o candidato peemedebista, numa referência a Lacerda - apadrinhado pelo governador Aécio Neves (PSDB) e pelo prefeito Fernando Pimentel (PT), que procura difundir nos programas eleitorais o apoio de Lula à sua candidatura. "O Lula depende muito do PMDB e ele é sábio nesses momentos", reforçou Quintão.

Antes do início oficial da campanha, o presidente chegou a afirmar que poderia subir no palanque de Lacerda. No mês passado, porém, Lula anunciou, após reunião do conselho político, que ficaria de fora da campanha em Belo Horizonte e em outras cidades onde partidos da base aliada estivessem se enfrentando.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG