Ibope: projeções de 2º turno mostram vitória de Marta

Pesquisa Ibope, contratada pelo jornal O Estado de S. Paulo e TV Globo, divulgada hoje, mostra que nas projeções de segundo turno para as eleições à Prefeitura de São Paulo a candidata Marta Suplicy (PT) venceria o pleito.

Agência Estado |

Na disputa com o prefeito e candidato à reeleição, Gilberto Kassab (DEM), a petista aparece com 55% contra 30%. Num enfrentamento com o ex-governador Geraldo Alckmin (PSDB), o resultado é mais apertado, mas a petista venceria a eleição com 47% das intenções contra 42% do tucano. Num hipotético segundo turno entre Alckmin e Kassab, o tucano venceria com 57% contra 20%

De acordo com a mesma pesquisa, se as eleições fossem realizadas hoje, a petista venceria com folga o pleito, com 41% das intenções de voto, contra 26% de Geraldo Alckmin, 9% de Maluf e 8% de Kassab. Já na pesquisa espontânea, na qual os eleitores devem mencionar um nome candidato sem a apresentação dos nomes dos candidatos, Marta Suplicy manteve a liderança com 29%, seguida de Alckmin com 14%, Kassab com 6%, Maluf com 5% e Soninha com 1%. Os outros candidatos não pontuaram. Nesta pesquisa espontânea, o número dos que afirmaram que votariam em branco ou nulo ficou em 11% e os que não souberam ou não quiseram mencionar nenhum candidato ficou em 33%.

Rejeição

Na pesquisa Ibope, contratada pelo Estado e pela TV Globo, o índice mais alto de rejeição é do candidato Maluf: 50% declararam que não votariam nele "de jeito nenhum". Em segundo lugar nessa categoria aparecem empatados a petista Marta Suplicy, com restrição de 27% do eleitorado da capital, e o prefeito Kassab, também com 27%. O candidato do PSDB é o que aparece com o menor índice de rejeição entre os candidatos competitivos: 11% disseram que não votariam nele.

Registro

A pesquisa Ibope, contratada pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela TV Globo foi a campo entre os dias 12 e 14 de agosto e entrevistou 805 eleitores da Capital. O intervalo de confiança estimado é de 95% e a margem de erro é de 3 pontos porcentuais. A pesquisa está registrada na 1ª Zona Eleitoral de São Paulo, sob número 01700108.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG