IBGE: Censo perguntará sobre etnia indígena e união gay

O Censo Demográfico 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), trará novas perguntas com objetivo de estar mais atualizado em relação às mudanças da sociedade brasileira nos últimos anos. Uma das novidades será a inclusão da pergunta sobre o povo ou etnia e a língua falada entre os indígenas.

Agência Estado |

Antes, o censo obtinha apenas a autodeclaração dos indígenas. Outra novidade será a inclusão da pergunta a respeito da existência de cônjuge ou companheiro do mesmo sexo no domicílio.

O IBGE já vinha aplicando esse tipo de pergunta em pesquisas anteriores, mas não abrangia todos os municípios. Em outro bloco, será perguntado o tempo habitual gasto no trajeto entre a residência e o local de trabalho. "Mais que um retrato, vamos ter uma verdadeira radiografia. Vamos entrar fundo no estudo da realidade municipal, territorial, social, ambiental da população brasileira", afirmou Eduardo Pereira Nunes, presidente do IBGE.

O IBGE informou hoje que, pela primeira vez, o censo será totalmente informatizado. De acordo com Nunes, isso trará inúmeras vantagens para o levantamento. "Ela aumentará a precisão do recenseador sobre os percursos que ele deve realizar." Além disso, Nunes explica que os dados serão processados ao mesmo tempo em que o recenseador fizer o seu trabalho e, com isso, "qualquer incorreção que possa ocorrer ainda é possível realizar a sua verificação com o recenseador no terreno".

O presidente do IBGE acrescentou que o instituto já utiliza pesquisas 100% informatizadas, entre elas a Pesquisa Mensal de Emprego (PME), o Censo Agropecuário, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) e a Pesquisa de Orçamento Familiar (POF). Ao todo, os pesquisadores do IBGE vão visitar aproximadamente 58 milhões de domicílios em 5.565 municípios.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG