Ibama multa frigorífico irregular em R$ 1 milhão no Pará

PARÁ - O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) multou nesta quinta-feira em R$ 1 milhão um frigorífico que funcionava de maneira irregular há oito anos, em Altamira, centro-oeste do Pará. A ação faz parte da operação permanente Guardiões da Amazônia, liderada pelo Ibama e com parceria da Polícia Federal (PF).

Agência Estado |

De acordo com o laudo da PF, o estabelecimento foi autuado por poluição e emissão de resíduos industriais, proveniente do abate de gado em área de preservação permanente. O instituto informou que o frigorífico está em processo de regularização.

Segundo o coordenador da operação permanente, Alessandro Queiroz, o lançamento dos poluentes provocou o assoreamento parcial de uma lagoa, próxima a uma nascente, o que, segundo ele, causou desequilíbrio do ecossistema local.

Ainda conforme Queiroz, a empresa havia sido autuada por outros motivos, entre eles, falta de licença para funcionamento e de registro no Cadastro Técnico Federal (CTF).

O proprietário da empresa também foi multado em 800 reais por falta de pagamento da Taxa de Controle de Fiscalização Ambiental (TCFA) e por não entregar o relatório anual do CTF.

Leia mais sobre: Ibama

    Leia tudo sobre: ibama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG