Ibama multa fazendeiro em R$ 17 mi por desmate no PA

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) divulgou ontem que aplicou multa a um fazendeiro no valor de R$ 17,4 milhões por ele ter destruído 3.486 hectares de vegetação nativa - área correspondente a cerca de 3,5 mil campos de futebol.

Agência Estado |

Segundo o órgão, os fiscais impediram a destruição de um dos últimos remanescentes de floresta amazônica no município de Rondon do Pará, no sudeste do Estado. Árvores centenárias amazônicas de espécies valorizadas, como roxinho, angelim, amapá e pequiarana, estavam sendo destruídas, de acordo com o Ibama.

No local, houve a apreensão de um trator, quatro motosserras e 330 toras, algumas com 30 metros de comprimento. A madeira, que seria suficiente para encher 46 caminhões, será doada para obras sociais. Segundo o Ibama, imagens por satélite mostram a reserva legal da fazenda ainda intocada em 2005. Três anos depois já surgem clareiras na mata. Sem a ação do órgão, a área seria totalmente desmatada e, em mais alguns anos, viraria pasto para o gado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG