BREU BRANCO - O Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama) multou, nesta sexta-feira, em R$ 10 milhões uma empreiteira do Pará pela extração ilegal de areia numa praia próxima à Usina Hidrelétrica de Tucuruí, no município de Breu Branco. O Ibama não forneceu o nome da empresa.

O problema foi constatado após denúncia dos moradores locais, que perceberam a perda gradativa da praia por causa da extração de areia na praia dos Índios Gaviões da Montanha, na margem direita do Rio Tocantins.

Na primeira vistoria, realizada em abril deste ano, o Ibama determinou à empresa que suspendesse as atividades até que fosse esclarecida a legalidade da extração.

Nova fiscalização feita em maio constatou que a maioria dos pontos não estava no limite da área autorizada pela Secretaria do Meio Ambiente do Estado (Sema), e sim dentro de uma Área de Preservação Permanente (APP). Em junho e julho a equipe voltou ao local, demarcando os pontos referentes à Licença de Operação da Sema e descobriu novas irregularidades.

Leia mais sobre Ibama

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.