Publicidade
Publicidade - Super banner
Brasil
enhanced by Google
 

Ibama impede embarque de madeira ilegal para a Europa

Madeira retida por fiscais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) no porto de Santarém, Pará, após investigação de sua origem, foi considerada ilegal e sua exportação proibida. São 1,5 mil metros cúbicos de madeira nobre, que inclui espécies como maçaranduba, jatobá, angelim e ipê.

Agência Estado |

As irregularidades são diversas. Há divergência entre as informações contidas na documentação e as espécies apreendidas.

Segundo informação do Ibama, a carga seria embarcada em um navio espanhol rumo à Espanha, Portugal e Holanda. Cinco empresas vendedoras desta madeira foram notificadas para prestar esclarecimentos. Elas podem ser autuadas por transporte e comércio ilegais de madeira. O valor total das multas, que ainda está sendo contabilizado pelos fiscais, pode chegar a R$ 300 mil.

A chamada operação "Made in Brazil", iniciada na última quarta-feira pela Gerência Executiva do Ibama (Gerex) em Santarém, reteve a madeira no porto na quinta-feira. A ação faz parte da campanha nacional Guardiões da Amazônia de combate ao desmatamento, extração seletiva, transporte e comércio ilegais de madeira, no âmbito do Plano de Prevenção e Combate ao Desmatamento na Amazônia (PPCDAM).

Leia tudo sobre: iG

Notícias Relacionadas


Mais destaques

Destaques da home iG