Ibama doa 700 quilos de peixe apreendidos em MT

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) doou 700 quilos de peixe para creches, escolas e para as Associações de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apaes) de Canarana e Barra do Garça, em Mato Grosso. A carne, vinda de pesca predatória, foi apreendida nos últimos quinze dias em uma ação de fiscalização nas bacias dos rios Araguaia e Xingu.

Agência Estado |

A Lei de Crimes Ambientais proíbe a pesca predatória e a legislação mato-grossense veta ainda a pesca sobre cardumes. Apesar de não estar na época de reprodução dos peixes, a piracema, os animais estão subindo os rios em cardumes em busca de alimentos, observou o gerente do Ibama de Barra do Garça, José Roberto Moreira. Para pescar legalmente é preciso ter licença e usar apenas equipamentos permitidos por lei.

Foram aplicados R$ 11,7 mil em multas e apreendidos, além dos 700 quilos de pescado, 15 quilos de carne de jacaré, um barco a motor, três armas de cano longo, 14 redes, 11 tarrafas, 77 galões, 92 bóias e 2,3 mil metros de linhas de espinhéis (com anzóis). A operação foi feita pela Gerência do Ibama em Barra do Garça em parceria com a Secretaria de Meio Ambiente do Mato Grosso, a Polícia Militar e o Juizado Volante Ambiental (Juvam).

    Leia tudo sobre: ibama

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG