BERLIM ¿ Trama Internacional, o filme que vai abrir o Festival de Cinema de Berlim este ano, é um thriller estrelado por Clive Owen que trata de práticas bancárias dúbias, financiamento de terrorismo e o impacto da globalização. O primeiro grande festival europeu de cinema do ano tratará de muitas questões prementes do mundo real, destacando sua reputação de vitrine do cinema tópico e contundente do tipo que nem sempre faz sucesso nas bilheterias.

Mas a edição 2009 do festival, que começa nesta quinta-feira, também terá sua justa parcela de comédia. "A Pantera Cor-de-Rosa 2", com o Steve Martin no papel do desastrado Inspetor Clouseau, fará sua estréia internacional na cidade alemã.

O acréscimo de último minuto da comédia "My One and Only", ambientada nos anos 1950 e estrelada pela premiada com o Oscar Renee Zellweger, também vai aumentar a presença de estrelas no tapete vermelho, garantindo a Berlim o tipo de exposição à mídia de que o festival precisa.

"Muitas pessoas estão indo ao cinema ultimamente como fuga", disse recentemente o diretor do festival, Dieter Kosslick.

"As pessoas estão fartas da palavra 'crise' e ficam felizes em poder escapar para o escurinho do cinema durante duas horas para deixar seus problemas de lado. Em momentos como o atual, o cinema é uma ótima coisa."

Além de risos, não faltará amor em Berlim. O romance "Chéri" traz de volta o diretor Stephen Frears colaborando com a atriz Michelle Pfeiffer numa história ambientada nos anos 1920, mais de 20 anos depois de eles terem trabalhado juntos em "As Ligações Perigosas".

"Quando o dinheiro acaba, o amor é um grande tópico," disse Kosslick.

GUERRA, GLOBALIZAÇÃO, MEIO AMBIENTE

Vinte e seis filmes vão participar da competição principal do festival de Berlim este ano, embora oito deles não possam candidatar-se aos prêmios que serão entregues na cerimônia de encerramento, em 14 de fevereiro. Centenas de outros filmes serão exibidos em cinemas espalhados pela cidade, ao longo de 11 dias.

"Storm", que fará parte da competição principal, examina o legado da guerra na ex-Iugoslávia, e "Mammoth" trata da globalização e dos migrantes econômicos.

O diretor Rachid Bouchareb, criador do aclamado drama de guerra "Dias de Glória", levará a Berlim "London River", sobre duas pessoas em Londres que procuram seus filhos desaparecidos após os atentados aos transportes públicos em 7 de julho de 2005.

O ator de Hollywood e militante verde Leonardo DiCaprio é aguardado na cerimônia de gala Cinema pela Paz, durante o festival, para promover a causa ambientalista.

O filme policial brasileiro "Tropa de Elite" foi o grande premiado de Berlim em 2008, quando recebeu o Urso de Ouro de melhor filme.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.