um dia , mas ainda quer vivê-lo novamente - Brasil - iG" /

Hugh Jackman deixará Wolverine um dia , mas ainda quer vivê-lo novamente

LOS ANGELES ¿ Em X-Men Origens: Wolverine, o ator australiano Hugh Jackman interpreterá pela quarta vez este herói da história em quadrinhos, um personagem que algum dia ele cansará de encarnar, mas que ainda deseja voltar a viver.

EFE |

"Provavelmente, estou certo de que sim me cansarei dele algum dia", disse à agência Efe o ator, de 40 anos.

"Atualmente, porém, estou à vontade com ele e, de fato, estou falando com os roteiristas sobre a saga japonesa, que é o que li primeiro quando fiz o primeiro 'X-Men' e pensei que daria base para um filme incrível", acrescentou.

Jackman refere-se a "Wolverine Vol. 1", a história em quadrinhos escrito por Chris Claremont e ilustrada por Frank Miller que relata a viagem do personagem ao Japão, onde encontra o amor de sua vida, Mariko Yashida, filha de um criminoso.

"Espero poder fazê-la", disse à agência Efe Lauren Shuler, uma das produtoras do filme, admitindo em seguida que "dependerá do resultado em bilheteria desta".

Por conta disso o ator, considerado o homem mais sexy do mundo por enquete da revista "People", concentra seus esforços para fazer de "X-Men Origens: Wolverine" um sucesso.

Para isso, volta a deixar crescer a barba, afiar as unhas e fumar charutos "puros", no estilo Clint Eastwood, enquanto enfrenta seus inimigos.

"Nos filmes de 'X-Men' nunca cheguei a estar satisfeito com a aparência física do personagem", admitiu o ator.

"Para esta, tinha uma imagem na cabeça. Queria que o público sentisse o que eu senti quando vi a Robert De Niro em 'Cabo do Medo'", comentou Jackman.

Todo um desafio para alguém que nunca havia lido uma história em quadrinhos até lhe oferecerem o papel para o primeiro filme dos "X-Men", em 2000, justamente quando ele se dedicava ao teatro em Londres.

"Aquilo era meu sonho. Todos os atores que admirava surgiram dali, por isso quando conheci Ian McKellen (Magneto, em 'X-Men') me pareceu surreal", explicou o ator.

"O teatro me assusta mais do que fazer o Wolverine", admitiu Jackman, que respira aliviado quando lembra que só por vez, não levou em consideração sua mulher; foi quando eles leram juntos suas falas para o primeiro "X-Men".

"Ela me disse que era ridículo", disse entre risos, "mas aceitei.

Este personagem é um dos grandes desafios da minha carreira e um dos melhores que existem no mundo da história em quadrinhos" Segundo Jackman, o herói "é estupendo, seu conflito interno é muito interessante e me encanta; se não, não continuaria o interpretando", acrescentou.

Desta vez, Wolverine deve enfrentar a seu meio-irmão Victor Dentes de Sabre, interpretado com raiva e cinismo por Liev Schreiber.

"São duas faces da mesma moeda", analisa Jackman.

"Sua luta exterioriza o conflito interno de Wolverine", acrescentou o ator, cujo personagem se nega a abraçar esse lado selvagem que habita seu interior e que, por outro lado, domina totalmente Dentes de Sabre.

Schreiber aparece no filme umas unhas postiças feitas de lata, como revelou à Efe, às gargalhadas: "acreditem, o pior era abrir as calças cada vez que tinha que ir ao banheiro".

Junto com eles, o filme reúne rostos conhecidos como o do músico Will.I.Am, do grupo Black Eyed Peas, de Dominic Monaghan ("Senhor dos Anéis" e "Lost") e Ryan Reynolds, marido de Scarlett Johansson.

Um elenco "de luxo", nas palavras do diretor, Gavin Hood, que afirmou sentir-se "um m..." quando soube que uma versão inacabada de sua obra tinha sido vazada na internet.

"É como se eu publicasse as notas que você está tomando agora nesse papel sem que lhes desses o formato que você quer", comparou o diretor sul-africano, vencedor do Oscar de Melhor Filme Estrangeiro por "Tsotsi".

"O que vazou foi como um Ferrari sem uma mão de pintura", disse Jackman sem perder o sorriso, o mesmo que cativou milhões de espectadores durante o Oscar, que apresentou em fevereiro.

"Encantou-me apresentar a cerimônia. Se me pedirem, provavelmente voltaria a fazê-lo", disse.

(Reportagem de Antonio Martín Guirado)

    Leia tudo sobre: hugh jackmanwolverine

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG