Um hospital será montado na praia de Copacabana para atender à população que vai participar da festa de réveillon. Localizado na praia, nas proximidades da rua Rainha Elizabete, o hospital disponibilizará 20 leitos e 13 médicos.

Além do hospital, cinco postos de atendimento médico com 56 leitos funcionarão a partir das 17h horas do dia 31. As unidades ficarão próximas às seguintes ruas: Princesa Isabel; Duvivier; Fernando Mendes; entre a Figueiredo de Magalhães e Santa Clara, e Xavier da Silveira. Além disso, 50 ambulâncias com UTIs ficarão de prontidão. Para tanto, estão previstos 109 profissionais de saúde, dos quais 77 são médicos.


Mudanças no sistema de trânsito , segurança, saúde, saneamento, energia elétrica e metrô foram divulgadas nesta tarde, em coletiva para jornalistas que reuniu diversos órgãos públicos.


Segundo Luiz Medeiros Gomes, subsecretário municipal de fiscalização, a Guarda Municipal contará com um efetivo de 1200 homens. Esta é a maior operação já feita pela Guarda Municipal. Tínhamos algumas pessoas de folga neste período, por exemplo, mas elas terão que trabalhar para garantir o sucesso desta operação, afirmou.

A Secretaria de Ordem Pública (Seop) informou que os veículos em situações irregulares ou estacionados em locais proibidos serão rebocados para o 23º BPM (Leblon) e só poderão ser retirados no dia seguinte. A Seop pede que os pais não se esqueçam de colocar identificações nos filhos, a fim de evitar que as crianças se percam. Não podemos esquecer das crianças. Teremos cerca de dois milhões de pessoas só em Copacabana. Aquelas que se perderem dos pais serão encaminhadas para a Escola Cícero Pena, na Rua República do Peru completou Medeiros.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.