O Hospital Sírio-Libanês divulgou um boletim sobre o estado de saúde da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, em que confirmou que ela está se submetendo a tratamento contra um linfoma, um câncer no sistema linfático. (Dilma) Encontra-se neste momento sem evidência da doença ativa e deverá realizar tratamento quimioterápico complementar por segurança, informa o hospital.

Segundo a nota, a ministra "foi submetida a exames de rotina no Hospital Sírio-Libanês, há cerca de 30 dias, sendo encontrado um gânglio, diagnosticado como linfoma em estágio inicial". Hoje, dia em que Dilma concedeu uma entrevista coletiva para falar de sua situação, ela "compareceu ao Hospital para exames ambulatoriais finais", de acordo com a nota.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.