Hospital avalia doação de órgãos de Clodovil Hernandes

Uma equipe médica especializada está avaliando a viabilidade da doação dos órgãos do estilista e deputado Clodovil Hernandes (PR-SP), que teve morte cerebral confirmada nesta tarde pelo Hospital Santa Lúcia. A doação foi consentida por pessoas próximas ao parlamentar e autorizada pela Promotoria de Justiça.

Agência Estado |

Clodovil, que morreu hoje aos 71 anos, em consequência de um acidente vascular cerebral (AVC) na madrugada de ontem, manifestou em várias ocasiões o desejo de doar os órgãos.

Caso a doação seja considerada viável pelos médicos, serão retiradas as córneas, a íris, o fígado e o coração do deputado. O corpo do parlamentar será velado no Salão Verde da Câmara, de onde seguirá para São Paulo, onde será velado novamente.

O estado de saúde do deputado, em coma profundo, piorou na tarde de ontem em razão de uma parada cardiorrespiratória de cinco minutos. Clodovil já havia sofrido um AVC em 2007. O suplente Jairo Paes Lira, do PTC de São Paulo, assumirá a vaga do deputado.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG