Homicídios em SP se aproximam do aceitável pela ONU

A taxa de homicídios dolosos - aqueles cometidos intencionalmente - no Estado de São Paulo alcançou o índice de 10,3 ocorrências para cada 100 mil habitantes no terceiro trimestre de 2008. Segundo a Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP) da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a meta é chegar até o final do ano ao índice de dez homicídios por 100 mil habitantes, nível registrado pelos países desenvolvidos e considerado aceitável pela Organização Mundial de Saúde da Organização das Nações Unidas (ONU).

Agência Estado |

De acordo com a CAP, no terceiro trimestre foram registrados 1.017 casos de homicídios dolosos, que vitimaram 1.086 pessoas. Na comparação com o mesmo período do ano passado, houve um recuo de 128 registros. Já o índice de homicídios culposos (não intencionais), que engloba os acidentes de trânsito, é maior. No trimestre foram 1.240 ocorrências, contra os 1.374 no mesmo período de 2007.

O levantamento destacou a redução no número de casos de extorsão mediante seqüestro. Nos primeiros nove meses no ano, foram 41 ocorrências, contra 88 em 2007 no mesmo período.

A Secretaria de Segurança Pública não informou, no entanto, se a greve da Polícia Civil de São Paulo, que já dura 45 dias, influenciou nos índices de criminalidade apurados no trimestre no Estado de São Paulo.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG