Tamanho do texto

A taxa de homicídios dolosos - aqueles cometidos intencionalmente - no Estado de São Paulo alcançou o índice de 10,3 ocorrências para cada 100 mil habitantes no terceiro trimestre de 2008. Segundo a Coordenadoria de Análise e Planejamento (CAP) da Secretaria de Segurança Pública (SSP), a meta é chegar até o final do ano ao índice de dez homicídios por 100 mil habitantes, nível registrado pelos países desenvolvidos e considerado aceitável pela Organização Mundial de Saúde da Organização das Nações Unidas (ONU).

De acordo com a CAP, no terceiro trimestre foram registrados 1.017 casos de homicídios dolosos, que vitimaram 1.086 pessoas. Na comparação com o mesmo período do ano passado, houve um recuo de 128 registros. Já o índice de homicídios culposos (não intencionais), que engloba os acidentes de trânsito, é maior. No trimestre foram 1.240 ocorrências, contra os 1.374 no mesmo período de 2007.

O levantamento destacou a redução no número de casos de extorsão mediante seqüestro. Nos primeiros nove meses no ano, foram 41 ocorrências, contra 88 em 2007 no mesmo período.

A Secretaria de Segurança Pública não informou, no entanto, se a greve da Polícia Civil de São Paulo, que já dura 45 dias, influenciou nos índices de criminalidade apurados no trimestre no Estado de São Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.