Homens invadem centro de treinamento da polícia e roubam armas

SÃO PAULO - Uma quadrilha com aproximadamente 10 homens roubou, na noite desta quinta-feira, 12 fuzis, 40 pistolas e 60 mil cartuchos de munição de um Centro Tático de Treinamento (CTT) que funciona em Ribeirão Pires, na região do ABC paulista. O complexo é usado para preparar policiais e seguranças.

Redação com Agência Estado |

A quadrilha teria entrado a partir de um matagal e usado a mesma trilha para fugir. Pelo menos um vigia teria sido amarrado e trancado numa sala durante mais de uma hora. Em outro anexo, próximo ao local do roubo, funciona a Companhia Brasileira de Cartucho (CBC), fabricante de munição.

O secretário estadual de Segurança Pública, Ronaldo Marzagão, criticou as condições de segurança e armazenamento das armas do local. "É um lugar absolutamente inseguro", afirmou o secretário ao sair de uma visita ao CTT, por volta das 2h desta sexta-feira. "Não é possível que fuzis e armas sejam guardados assim", avaliou.

AE
AE
Centro Tático de Treinamento em Ribeirão Pires, em São Paulo

De acordo com o secretário, as armas do CTT - entre elas fuzis, pistolas calibre 40 e 380 e carabinas calibre 12 - são armazenadas em um local protegido por duas portas com travas. Ao final do expediente, um funcionário trava as portas, liga um alarme e vai embora.

Investigações

O secretário de segurança pública divulgou que cerca de 85 viaturas e 240 homens das Polícias Civil, Militar e Federal trabalham para localizar os suspeitos e recuperar as armas.

Durante a madrugada, um dos alvos de buscas da polícia foi a favela Paraíso, nas proximidades do local do roubo. Uma trilha de cerca de 40 minutos separa a favela das instalações da CBC. Até o início da manhã desta sexta-feira, ninguém havia sido preso preso e as armas não haviam sido recuperadas. Há suspeitas de que os criminosos pertençam ao Primeiro Comando da Capital (PCC).

Nota

A advogada e representante do CTT, Eleusa Velista, divulgou uma nota à imprensa no início da madrugada desta sexta-feira, na qual afirma que um funcionário foi rendido por dez bandidos armados por volta das 18h de ontem. Ameaçado, ele foi obrigado a abrir as instalações do CTT. Segundo a nota, foram roubados "materiais de utilização em treinamento em cursos de segurança pessoal e patrimonial".

Veja o vídeo:

(Com informações da "Band News")

Leia mais sobre: roubo

    Leia tudo sobre: armas

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG