Homenagem a Hugh Hudson e despedidas marcam programação de sexta na Mostra

SÃO PAULO ¿ A 32ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo apresenta nesta sexta-feira (24) a estreia da programação dedicada ao cineasta britânico Hugh Hudson, que já está na cidade. O diretor da saga olímpica ¿Carruagens de Fogo¿ (1981), ganhadora de quatro Oscar, é alvo de uma seleção de seus filmes, batizada de ¿Apresentação Especial¿.

Redação |

Acordo Ortográfico O destaque fica por conta de Revolução Revisitada, nova versão do longa-metragem épico de 1985, estrelado por Al Pacino. Na época de seu lançamento, o filme foi um fracasso de público e de crítica, amargando um prejuízo colossal nas bilheterias. Mais de 20 anos depois, Hudson remontou seu trabalho e acrescentou uma narração de Pacino ¿ o resultado foi que o filme passou a ser encarado com outros olhos e começa, finalmente, a colecionar elogios.

Outros três longas de Hudson estão em cartaz na sexta-feira, todos no Unibanco Arteplex: o próprio Carruagens de Fogo; o documentário Fangio ¿ Uma Vida a 300 km por Hora, sobre o famoso piloto de F-1 argentino; e Greystoke: A Lenda de Tarzan, adaptação realista da história do homem das selvas, interpretado por Christopher Lambert.

"Rebobine, Por Favor", comédia com Jack Black, ganha última exibição / Divulgação

Se o dia é de estreia para uns, para outros é de despedida. Três grandes sucessos de público até o momento ganham sua última exibição na Mostra: Queime Depois de Ler , dos irmãos Coen, no Cinesesc; Rebobine, Por Favor, de Michel Gondry, no Espaço Unibanco Augusta; e Sinédoque, Nova Iorque , de Charlie Kaufman, no Espaço Unibanco Pompéia. A não ser o filme de Kaufman, os outros devem entrar em cartaz ainda este ano no País.

O longa-metragem Meu Winnipeg, do canadense Guy Maddin, terá sua primeira projeção nesta sexta. O filme é uma homenagem sui generis à cidade natal do diretor, que ganhou uma retrospectiva de sua obra na 28ª Mostra e teve a trilha sonora de Brand Upon the Brain (2007) executada ao vivo no ano passado.

Série de curtas "Pornô Verde" é estrelada
por Isabella Rossellini / Divulgação

Antes de todas as sessões de Meu Winnipeg, será exibida a série de curtas Pornô Verde. Protagonizados, escritos e co-dirigidos pela atriz Isabella Rossellini, os filmes abordam de forma instrutiva e bem-humorada a vida sexual de insetos e outras criaturas, como moscas, aranhas, caracóis e vaga-lumes.

Na exibição gratuita no Vão Livre do Masp, a atração é a animação Persépolis, história autobiográfica da diretora iraniana Marjane Satrapi. O filme é uma adaptação homônima dos quadrinhos de Satrapi, sucesso de vendas na França, onde mora atualmente. A sessão começa às 19h30, mas as senhas podem ser retiradas de graça uma hora antes do início.

Leia mais sobre: Mostra de São Paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG