Homem tenta registrar ocorrência contra Exu e acaba sendo preso em Santa Catarina

FLORIANÓPOLIS ¿ O homem que tentou registrar um boletim de ocorrência contra Exu, uma das entidades do candomblé, foi transferido nesta quinta-feira para o município de Criciúma, no Sul de Santa Catarina. O professor de História, de 27 anos, acabou sendo preso na última terça-feira, durante a tentativa de registro na 3ª DP (Capoeiras), em Florianópolis. Na ocasião, o policial de plantão descobriu que havia um mandado de prisão contra o homem por assalto a mão armada e o deteve.

Redação |

Ao jogar os dados do professor no computador, o sistema da Polícia Civil acusou a existência de um mandado expedido pela Justiça de Criciúma. De acordo com o policial de plantão, o homem disse ao chegar à delegacia que sofria perseguição e torturas de Exu há, no mínimo, dez anos e que, nesse período, quatro esposas e ele, inclusive, teriam sido estuprados pela entidade.

Ele queria representar criminalmente o Exu. Ele disse que a entidade estava dentro dele e que o perturbava. Alegou também que já tinha procurado vários padres e nenhum tinha dado jeito no problema dele, informou o policial que recebeu o professor.

De acordo com o agente, o homem disse que ouvia vozes da entidade, que a incitava a xingar e atacar outras pessoas na rua sem motivos. Essas atitudes teriam causado fraturas em seus braços, pernas e costelas. O professor alegou que teria sido orientado por advogados a procurar a polícia para registrar o boletim de ocorrência e, assim, exigir a reparação pelos prejuízos sofridos.

Um tio do professor informou à polícia que o sobrinho possui problemas psiquiátricos e estava afastado das suas funções de ensino. Ele também revelou que o homem tinha uma consulta marcada com um psiquiatra para esta semana. O juiz de Criciúma irá solicitar um exame para avaliar as condições mentais do professor.

Segundo a polícia, o assalto pelo qual ele responde foi cometido contra o próprio primo em dezembro do ano passado. Com uma navalha, o homem invadiu a casa do parente e roubou uma barraca.

Leia mais sobre: boletim de ocorrência

    Leia tudo sobre: florianópolissanta catarina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG