Homem sofre enfarte e morre em prédio do INSS em AL

O alagoano Amaro de Andrade Rocha, de 59 anos, morreu hoje pela manhã na fila do atendimento do posto da Previdência Social do município de Rio Largo, na grande Maceió. Segundo informações de funcionários do posto, ele estava na fila quando sofreu um enfarte fulminante.

Agência Estado |

Amaro Rocha chegou a ser atendido no local pelo médico do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Guilhermo Negretti, mas não resistiu.

De acordo com a administradora da agência, Rejane Bastos, Amaro Rocha chegou ao local para entregar uma documentação. "Ele já chegou passando mal. Nós tomamos todas as providências necessárias, chamamos o médico com urgência, mas não deu", afirmou Rejane. "Já entramos em contato com os familiares dele, do município de Flexeiras (AL)", acrescentou.

Testemunhas que presenciaram a chegada de Amaro Rocha no posto da Previdência Social afirmam que ele já entrou no prédio segurando as grades. Após a morte, o atendimento do INSS no município foi suspenso e só deve retornar amanhã. O corpo ficou no local à espera do Serviço de Verificação de Óbito (SVO), que é responsável pelo recolhimento dos corpos de vítimas de morte clínica.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG