Homem que perseguia Uma Thurman pode pegar até um ano de prisão

Um homem com antecedentes de doenças mentais foi condenado nesta terça-feira em Nova York por perseguir a atriz americana Uma Thurman e deverá se submeter a uma avaliação psiquiátrica.

AFP |

Jack Jordan, de 37 anos, foi considerado culpado de assédio e perseguição mas foi declarado inocente de outras duas acusações. Ele poderá ficar até um ano na prisão, segundo a sentença que será anunciada no mês que vem.

Jordan declarou que teve visões em que estava destinado a se encontrar com Thurman e viver com ela e seus dois filhos.

Em novembro de 2005, por exemplo, Jordan foi a um local de filmagem em Manhattam, onde Thurman estava, e tentou entrar no seu camarim, onde deixou uma nota debaixo da porta, em que dizia "Minhas mãos deveriam estar sempre sobre seu corpo".

Uma Thurman é uma das grandes atrizes de Hollywood, tendo estrelado os dois filmes da série 'Kill Bill', além de Pulp Fiction - Tempo de Violência.

jah/fb

    Leia tudo sobre: uma thurman

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG