Homem mantém reféns em lanchonete em SP

Já dura quase 6 horas o drama de cinco funcionários mantidos reféns desde às 21h30 de ontem na casa de esfirras Turco, no Tatuapé, zona leste da capital paulista. De acordo com a polícia, um rapaz de prenome Carlos entrou no estabelecimento com o objetivo de se reconciliar com a ex-mulher, de prenome Rosinete, que trabalha como atendente no local.

Agência Estado |

Como não obteve atenção desejada, resolveu sacar um revólver calibre 38 e fazer a ex-mulher e mais outros quatro funcionários - dois cozinheiros e outras duas atendentes, reféns.

Carlos ameaça matar todo mundo e se matar depois. Um casal de clientes com seus dois filhos e o motoboy, que realiza entregas da casa, conseguiram escapar e acionaram a Polícia Militar, que cercou a lanchonete. A polícia ainda está negociando a libertação dos reféns.

    Leia tudo sobre: reféns

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG