Homem é preso suspeito de matar amante e esconder corpo por cinco dias em freezer

SÃO PAULO - Paulo Sérgio Ribeiro, de 43 anos, foi preso nesta terça-feira suspeito de matar a facadas uma suposta amante de 19 anos e de esconder o corpo da vítima durante cinco dias dentro do freezer da casa onde ele morava, no Jardim Aparecida, em Francisco Morato, na Grande São Paulo.

Redação |

Segundo o delegado de Franco da Rocha, Luis Roberto Faria Hellmeister, Ribeiro se apresentou na delegacia, também na região metropolitana de São Paulo, e confessou ter assassinado a jovem na última sexta-feira. Quando a polícia chegou ao local indicado por Ribeiro, encontrou a vítima no freezer, amarrada e amordaçada, em posição fetal.

De acordo com o delegado, a jovem teria dormido na casa do suspeito na quinta-feira. Na manhã desta sexta-feira, ela teria ameaçado contar sobre o romance à mulher dele. Dizendo-se arrependido, o suspeito afirmou ter ouvido vozes, ordenando que ele a matasse e a colocasse no freezer. Segundo a polícia, Ribeiro passou cinco anos em um manicômio condenado por estupro e atentado violento ao pudor.

O suspeito deve ser transferido, ainda nesta quarta-feira, para a Cadeia Pública de Cajamar. Indiciado por homicídio qualificado, ele pode pegar de 12 a 30 anos de prisão.

Leia mais sobre: crime

    Leia tudo sobre: crime

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG