A prisão de um homem que portava seis notas falsas de dinheiro levou a Polícia Federal (PF) de Ribeirão Preto a descobrir a contratação de três homicídios. Durante o flagrante, o homem recebeu uma ligação no telefone celular e um policial se fez passar por ele.

O interlocutor encomendou o assassinato da ex-mulher, da ex-namorada e do atual namorado da última.

Como o contratante não conhecia o contratado, um encontro foi marcado para a entrega das fotos das vítimas. O homem preso com as notas falsas tinha mais de dez passagens policiais, inclusive uma pena de seis anos por roubo.

O contratante foi identificado como um advogado atuante em Ribeirão Preto, mas não teve o nome revelado pela PF. Ele negou a contratação dos crimes em depoimento e está detido na Delegacia de Defesa da Mulher. O caso continua sendo investigado.

Leia mais sobre crimes por encomenda

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.