Homem é preso dando R$ 200 mil a testemunha no DF

A Polícia Federal (PF) flagrou hoje uma suposta tentativa de suborno envolvendo uma das testemunhas de Durval Barbosa, o ex-secretário de Relações Institucionais do Distrito Federal, que denunciou um esquema de arrecadação e distribuição de propinas em que o governador José Roberto Arruda (sem partido) seria o principal beneficiado. O caso ficou conhecido como mensalão do DEM.

Agência Estado |

De acordo com a PF, um homem foi preso em flagrante enquanto entregava R$ 200 mil ao jornalista Edmilson Edson dos Santos, o Edson Sombra. Em depoimento ao Ministério Público, Barbosa afirma ter entregue cópias dos vídeos que embasam a denúncia do mensalão a Sombra.

O preso, identificado como Antonio Bento da Silva, seria um funcionário do governo do DF. A PF acredita que ele tinha por objetivo incentivar Sombra a dar declarações favoráveis ao governador Arruda.

Silva e Sombra prestam depoimento à PF nesta tarde.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG