Homem é morto ao tentar impedir agressão a homossexual na Paraíba

Crime ocorreu na madrugada desta segunda (8), em Cabedelo, na Grande João Pessoa

Thiago Guimarães, iG Bahia |

Um homem de 25 anos foi morto na madrugada desta segunda-feira (8), em Cabedelo (região metropolitana de João Pessoa), após tentar impedir que um homossexual fosse agredido.

Leia mais sobre homofobia

O crime ocorreu nas imediações de um bar na praia do Jacaré. Segundo as primeiras informações colhidas pela Polícia Civil, Marx Nunes Xavier procurou intervir quando dois homens insultavam um homossexual que dançava com duas amigas.

“Ele pediu para não agredirem o rapaz, que era homofobia”, disse o delegado Erilberto Antônio, da 7ª Delegacia Distrital da Paraíba. Xavier foi então atingido no pescoço por um disparo de arma de fogo e não resistiu ao ferimento.

Ele pediu para não agredirem o rapaz, que era homofobia”, diz delegado

Os agressores fugiram. A Polícia Civil já ouviu testemunhas do crime, entre elas o homossexual agredido, que declarou trabalhar como cabeleireiro. Um suspeito está sendo procurado pela polícia.

O Movimento do Espírito Lilás, um dos principais grupos de defesa dos direitos dos homossexuais no Estado, condenou o crime. Informou ainda que o número de homicídios de cunho homofóbico na Paraíba em 2011 – 12 – já supera o total de 2010, que registrou 11 casos.

A Polícia Civil disse ainda não ter elementos para afirmar se a vítima era homossexual, mas, de acordo com o movimento, Xavier não era gay e apenas tentou impedir a agressão ao cabeleireiro.

    Leia tudo sobre: homofobiaparaíbacabedeloassassinatoviolência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG