Homem é acusado de matar ex-namorada e tentar suicídio em Sorocaba

SOROCABA (SP) - O serralheiro Ezequiel Alves Moreira, 50 anos, foi encontrado baleado na noite deste domingo, no bairro do Éden, na cidade de Sorocaba. Ele é suspeito de ter atirado na ex-namorada Sirlene Batista da Silva Brito, de 39 anos, e depois ter tentado se matar com um tiro na barriga. Os dois foram encaminhados ao Pronto Socorro do Hospital Regional, mas Sirlene não resistiu e morreu. Ezequiel foi internado em estado grave.

Redação |

Acordo Ortográfico Segundo a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP), Sirlene e um sobrinho de 34 anos estavam indo para uma boate quando foram abordados pelo serralheiro, que portava uma arma de calibre 38. Em depoimento, o sobrinho da vítima disse que saiu correndo e falou que chamaria a polícia, quando Ezequiel atirou em sua tia. Ele disse, ainda, que não viu quando o serralheiro atirou contra si mesmo.

Ezequiel foi indiciado por homicídio qualificado e continua internado. Segundo informações da Secretaria da Saúde do Estado de São Paulo, o quarto que ele ocupa está escoltado por policiais. Na manhã desta segunda-feira, ele passou por uma cirurgia para retirada da bala, mas ela não foi retirada. O quadro de saúde do serralheiro é estável e ele não corre mais risco de morte.

Para o sobrinho de Sirlene, o Ezequiel era muito ciumento e não aceitava o fim do relacionamento do casal. O romance durou cerca de oito meses e havia três que eles já haviam rompido.  

Leia mais sobre: assassinato - crime passional

    Leia tudo sobre: assassinatocrime passionalhomicídio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG