James Cameron ou Kathryn Bigelow? Avatar ou Guerra ao Terror? Meryl Streep ou Sandra Bullock? George Clooney ou Jeff Bridges? Hollywood vive momentos de ansiedade. A dois dias da entrega dos prêmios da Academia de Hollywood para os melhores do cinema em 2009, astros e estrelas finalizam os preparativos para a festa de domingo.

Armanis e Gallianos já foram provados. Um dos indicados para melhor ator, Colin Firth, vai vestir um modelo exclusivo do estilista que também é seu diretor, Tom Ford. Isso é inédito no Oscar.

A academia mudou as regras do prêmio para tornar a festa mais atraente. No ano passado, o show, transmitido pela TV, teve a terceira pior audiência da história e a academia teve de arcar com o prejuízo. A festa custou US$ 31 milhões e os anunciantes desertaram, seguindo a mais básica das leis do mercado. A academia aumentou o número de concorrentes a melhor filme justamente para aumentar o leque do interesse da plateia. O show, mais do que nunca, não pode parar. Recuperar a audiência é palavra de ordem.

É mais fácil encontrar o que torcer entre dez indicados. Mas, se a ideia era consagrar êxitos de bilheteria, a disputa vai ser entre o recordista "Avatar", que arrecadou mais de US$ 2 bilhões em todo o mundo, e um filme tão miúra, "Guerra ao Terror", que só foi descoberto pelo público depois que começou a enxurrada de prêmios dos críticos e das "ligas".

Os indies continuam dando as cartas, que o diga "Preciosa". Apenas um dos dez indicados para melhor filme ainda não estreou no Brasil, "Um Sonho Possível". De resto, o espectador poderá passar o fim de semana (re)vendo os concorrentes. "Up - Altas Aventuras" e "Distrito 9" já estão até em DVD.

"Avatar" faturou 135 vezes mais do que o filme de Kathryn Bigelow, mas vai ser difícil Cameron se reafirmar como rei do mundo. Nenhum filme vencedor do prêmio das ligas dos produtores, diretores e roteiristas deixou de ganhar o Oscar principal. "Guerra ao Terror" obteve essa unanimidade. Kathryn é favorita. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.