LOS ANGELES (Reuters) - A atriz Glenn Close receberá o prêmio Sherry Lansing de Liderança no mês que vem por sua contribuição para o entretenimento, quando o jornal Hollywood Reporter divulgar sua lista de mulheres poderosas no show business. Close, 61 anos, receberá o prêmio no dia 5 de dezembro, data de lançamento da edição anual de Power 100: Women in Enterntainment.

"Foram as suas performances incríveis na TV a cabo que a trouxeram de volta à vista do público, além do fato dela ser ativa no levantamento de fundos para comunidades e uma verdadeira líder industrial", disse Elizabeth Guider, editora-chefe da revista, sobre a escolha de Close.

Nos últimos anos, Close angariou mais fãs e ganhou um prêmio Emmy pelo papel de uma advogada na série "Damages". Ela já tinha um Emmy pelo papel de uma militar lésbica em "Serving in Silence: The Margarethe Cammermeyer Story", que foi ao ar em 1995.

Close ficou famosa nos anos 1970 e nos anos 1980 foi indicada cinco vezes ao Oscar por vários filmes, incluindo "O Mundo segundo Garp" e "O Reencontro".

A atriz também tem uma vasta experiência no cinema independente.

O nome do prêmio é uma homenagem à chefe da Paramount Pictures, Sherry Lansing, a primeira mulher a comandar um grande estúdio de Hollywood. Entre as vencedoras dos anos anteriores, estão Barbara Walters, Meryl Streep e Jodie Foster.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.