Hoffman e Emma são estrelas do drama que estreia hoje

Desiludido, desempregado, humilhado pela filha, sozinho em outro país, afogando as mágoas em um bar. Mas o drama de Harvey (Dustin Hoffman) é raso.

Agência Estado |

Tudo melhora quando Kate (Emma Thompson) aparece para tomar as rédeas de sua vida - e das cenas - no romance "Tinha que Ser Você", que estreia hoje nos cinemas.

Além de iluminar a vida de Harvey, Kate brilha. Não à toa, já que o papel foi escrito especialmente para a atriz pelo diretor Joel Hopkins. Também nos bastidores, foi Emma Thompson quem chamou Dustin Hoffman para contracenar a seu lado. “Emma leu o primeiro rascunho do roteiro em 24h e enviou um e-mail dizendo ‘amei, amei, amei, vamos fazê-lo, eu posso fazer junto a Dustin’. Você não diz não a isso”, diz o produtor executivo Tim Perrell, no material de divulgação do filme.

Se a história de um amor entre um cinquentão e uma quarentona parece difícil de colar à primeira vista, é justamente a transparência de Harvey e Kate e a química de Hoffman e Emma que mantêm o clima de romance e o próprio ritmo do filme. Curiosamente, é a primeira vez que os dois dividem a tela com tanta intensidade (os atores estiveram juntos em "Mais Estranho que a Ficção", de 2006, têm poucas cenas juntos). As informações são do Jornal da Tarde .

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG