A senadora Hillary Clinton está disposta a emprestar mais dinheiro à sua campanha para se manter na disputa pela indicação do partido Democrata. Hillary, que já teve de emprestar US$ 11 milhões para sua campanha até agora, está com problemas para arrecadar recursos porque muitos doadores se retraíram, diante das chances reduzidas de ela ser a indicada.

Segundo Terry McAuliffe, um dos coordenadores da campanha de Hillary, a senadora está disposta a desembolsar mais de seu próprio dinheiro se for necessário. A campanha já tem mais de US$ 20 milhões em dívidas.

A pré-candidata sofreu mais um baque hoje, com o alerta do ex-candidato John Edwards sobre a possibilidade de Hillary estar prejudicando o partido, ao se recusar a desistir da disputa. "Hillary precisa ter cuidado nesta busca pela indicação, porque pode estar reduzindo as chances do partido Democrata na eleição de novembro", disse Edwards.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.