Hélio Costa nega pretensão de deixar ministério

O ministro das Comunicações, Hélio Costa, negou hoje que pretenda deixar o cargo em agosto para se dedicar à campanha ao governo de Minas Gerais, como tem circulado na imprensa. Estou saindo quando o presidente da República quiser ou quando ele determinar que todos os ministros tenham que se desencompatibilizar, disse o ministro, depois de participar da abertura da primeira reunião da comissão organizadora da 1ª Conferência Nacional de Comunicação, em Brasília.

Agência Estado |

"Eu não tenho planos de sair daqui antes do que determinar o presidente da República ou do prazo que a lei exige", disse o ministro, lembrando que os ocupantes de cargo público que quiserem concorrer têm de deixar o posto até seis meses antes das eleições. O ministro, que tem mandato de senador, não quis entrar em detalhes de suas pretensões políticas para 2010. Ao ser questionado qual seria seu destino político quando deixar o ministério, Costa respondeu: "Meu destino será o Senado Federal, com muito orgulho".

Costa, que em março lançou sua pré-candidatura pelo PMDB ao governo de Minas Gerais, explicou hoje que ser pré-candidato não quer dizer que seja candidato. "Pré-candidato é vontade de ser candidato", afirmou. No entanto, ele acrescentou que qualquer outra candidatura não depende só dele, e sim do partido.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG