Helicópteros da polícia ajudam a resgatar órgãos para transplantes

Os helicópteros das polícias civil e militar contribuíram hoje para salvar três vidas, que aguardavam em São Paulo, a chegada dos órgãos para transplante. Segundo a Polícia Civil, a aeronave resgatou um coração, que vinha de Cubatão, no litoral sul de São Paulo, em uma ambulância do Incor.

Agência Estado |

A ajuda foi necessária por conta da forte neblina e da garoa que atingia a região da Rodovia dos Imigrantes durante a madrugada.

O encontro da ambulância com o helicóptero aconteceu no pátio da concessionária Ecovias, na região de Diadema. Segundo a assessoria do hospital, a cirurgia, feita em uma mulher, começou na madrugada, por volta das 4 horas, e por volta das 10 horas ainda não havia informações sobre o estado de saúde da transplantada.

Outra operação de resgate de órgãos foi feita por um helicóptero da Polícia Militar. A aeronave Águia seguiu na noite de ontem com uma equipe de médicos do Hospital Beneficência Portuguesa, para São José do Rio Preto, no interior de São Paulo. A equipe chegou à cidade durante a noite e aguardou a retirada do fígado e do coração do doador. A aeronave partiu durante a madrugada, chegando ao hospital por volta das 7 horas. Ainda não havia informação sobre a cirurgia.

Balanço da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo, divulgado esta semana, indicou que em 2008 o número de transplantes de órgãos e tecidos foi o maior de sua história, com 7.683 cirurgias realizadas, resultado 26,7% superior ao registrado em 2007, com uma média de 21 transplantes por dia.

Solange Spigliatti

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG