HC-SP vai treinar equipes de hospitais para medir dor de pacientes

O Hospital das Clínicas (HC) de São Paulo vai treinar equipes especializadas para adotar o modelo que utiliza a dor como sinal vital do paciente, segundo informações da Secretaria de Saúde do Estado de São Paulo. O projeto piloto acontecerá no Hospital Estadual Pérola Byington, centro de referência de saúde da mulher.

Agência Estado |

As enfermarias do HC já utilizam o modelo, pelo trabalho da equipe de Controle da Dor, atendendo pacientes internados e as pessoas que passam por consulta ambulatorial.

Além da medição constante de temperatura, pressão arterial, frequência cardíaca e respiração, o paciente tem a intensidade da dor avaliada pela equipe médica. Assim, os especialistas podem determinar os medicamentos mais adequados para tratar a dor e evitar o sofrimento do paciente. O coordenador do Grupo de Controle da Dor da Divisão de Anestesia do HC, Irimar Posso, destaca que evitar a dor não é tarefa simples, pois trata-se de sensação subjetiva. “Por isso, é necessário mudar a cultura de alguns médicos para que eles não duvidem da dor do paciente”, analisa.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG