Haddad diz que governo quer investir no ensino em SP

O ministro da Educação, Fernando Haddad, disse hoje, em Sorocaba, no interior de São Paulo, que o governo pretende investir cada vez mais na expansão do ensino federal no Estado. Haddad anunciou a criação, até 2009, de mais 20 unidades federais de ensino profissional, além das três existentes no Estado.

Agência Estado |

Em todo o País, serão cem novas escolas técnicas, num investimento de cerca de R$ 600 milhões. De acordo com ele, o esforço será para atender uma parcela significativa dos jovens que não terão acesso à educação superior. Haddad afirmou que não é uma questão só do Brasil.

"Mesmo nos países desenvolvidos, uma parcela da juventude não chega ao nível superior. Como nem todo mundo vai para a universidade, é preciso garantir a educação profissional já no ensino médio." O ministro da Educação esteve na cidade para inaugurar as instalações do campus local da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR).

A UFSCAR incorpora, segundo Haddad, o novo conceito que a administração federal pretende para a rede nacional, de oferecer na mesma unidade cursos de nível médio e superior. Em São Paulo, onde a presença federal no ensino era muito "acanhada", segundo o ministro, a expansão ocorrerá, principalmente, na região metropolitana e entorno.

Haddad lembrou que o Poder Executivo criou a Universidade Federal do ABC (UFABC), que funciona em Santo André e terá um campus em São Bernardo do Campo (SP). O ministro disse que a educação vive "um momento de reação" no País. "Os indicadores de ensino caíram durante os anos 90 e agora revertemos essa tendência no sentido de melhorar a qualidade da educação."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG