Hackers derrubam sites da Presidência e do governo brasileiro

Grupo chamado LulzSecBrazil assumiu a autoria do atentado em seu perfil nas redes sociais

iG São Paulo |

Um grupo de hackers autodenominado LulzSecBrazil atacou nesta madrugada de quarta-feira os sites da Presidência da República (www.presidencia.gov.br) e do governo brasileiro (www.brasil.gov.br), deixando ambos fora do ar. Às 3h, os dois endereços já se encontravam disponíveis.

Por volta da 1h da manhã, o grupo publicou em seu perfil do Twitter a seguinte mensagem: "TANGO DOWN brasil.gov.br & presidencia.gov.br LulzSecBrazil". O termo "tango down" costuma ser utilizado por militares quando um determinado alvo é eliminado.

Uma hora depois da mensagem, o grupo LulzSec deu os parabéns à sua "unidade brasileira", também pelas redes sociais: "Our Brazilian unit is making progress. Well done @LulzSecBrazil, brothers!" (Nossa unidade brasileira está progredindo. Bom trabalho, irmãos do LulzSecBrazil).

Em sua página na internet, o grupo hacker LulzSec, ao lado de outra organização chamada Anonymous, afirmam que declararam "guerra aberta contra todos os governos, bancos e grandes corporações do mundo".

O grupo Annonymous também publicou na madrugada um vídeo no YouTube em que anunciam, junto com os hackers do LulzSec, que fariam uma invasão aos sites governamentais. Na divulgação, eles convidam a todos a participarem da defesa da internet livre e da promoção de ataques virtuais contra o que consideram governos corruptos.

"É hora de mostrar a governos corruptos do mundo que eles não têm direito de censurar o que não possuem. Não importa a cor da sua pele, origem ou crenças, nós convidamos você a se juntar a nós em nossa luta contra a censura e os governos corruptos", afirmam.

*com AE

    Leia tudo sobre: brasilgovernositetecnologiahacker

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG