O Bateau Mouche naufragou no dia 31 de dezembro de 1988 no Rio de Janeiro, marcando uma das maiores tragédias num Ano Novo.

AE

Tragédia de Ano Novo

Tragédia de Ano Novo

A embarcação de luxo levava 153 passageiros a bordo para assistirem à queima de fogos no bairro de Copacabana, na zona Sul. Na Baía da Guanabara, o barco virou, matando 55 pessoas. Entre os mortos, a atriz Yara Amaral, da TV Globo.

Os laudos indicaram que a embarcação estava superlotada. À época, a Polícia Civil indiciou três pessoas, mas ninguém foi preso. Mais tarde, os sócios da empresa, todos imigrantes, fugiram para seu país de origem, Espanha e Portugal, que não tinham acordo de extradição com o Brasil. 

Das cerca de 30 ações que tramitam nas Justiças Estadual e Federal do Rio em busca de indenizações, em apenas um processo houve pagamento de indenização, em janeiro de 2008, mas o dinheiro saiu dos cofres da União.

Em abril, a Justiça obrigou que os sócios da embarcação pagassem uma indenização aos familiares de um garçom morto na tragédia.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.