LOS ANGELES (Reuters) - Pode chamar de reação atrasada. Um ano depois de Madonna chamá-lo de emocionalmente retardado, o ex-marido da popstar Guy Ritchie disse em entrevista à Esquire Magazine, divulgada na Internet na quarta-feira, que ainda ama a cantora, mas acrescentou que é ela quem é retardada.

O diretor britânico, de 41 anos, afirmou que Madonna "faz as coisas acontecerem" e trabalha duro por sua carreira.

"E é claro, vamos lá: eu ainda a amo", disse Ritchie à revista. "Mas ela é retardada também."

Os dois concluíram o processo de divórcio num tribunal do Reino Unido em novembro, após oito anos de casamento. Eles têm um filho de 9 anos juntos e também adotaram uma criança do Malauí.

Durante um show em outubro de 2008 em Boston, Madonna disse à plateia: "Essa música é para os emocionalmente retardados. Talvez vocês conheçam alguém que se encaixe nessa categoria. Eu sei que conheço."

A turnê "Sticky & Sweet", que Madonna finalizou no mês passado em Israel, bateu o recorde da própria cantora de maior arrecadação de uma artista solo, com 408 milhões de dólares em 85 concertos.

(Reportagem de Alex Dobuzinskis)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.