O Hobbit - Brasil - iG" /

Guillermo del Toro nega se sentir pressionado por dirigir O Hobbit

LOS ANGELES ¿ O mexicano Guillermo del Toro disse hoje à que não sente pressão alguma por dirigir os dois filmes de O Hobbit ¿ livro de J.R.R. Tolkien que precede a saga O Senhor dos Anéis ¿, aos quais dará um enfoque diferente no mesmo universo criado para o cinema por Peter Jackson.

EFE |

"Estou muito tranquilo, não sei como consigo, sempre me pressiono em todos os projetos, mas estou muito feliz por ter a oportunidade de criar um mundo dentro de um que me encanta, o da trilogia (de Jackson), dar um enfoque diferente, um olhar próprio no mesmo universo", assegurou o cineasta.

O diretor atualmente mora na Nova Zelândia, onde os filmes serão gravados, e onde vivem também Jackson e sua esposa Fran Walsh, produtores-executivos dos longas-metragens.

"Estamos em fase de pré-produção, desenhando, escrevendo, desenhando, esculpindo. O filme será rodado até 2010, infelizmente durante o próximo ano a resposta vai continuar sendo a mesma", explicou Del Toro, que ainda não escolheu os novos rostos que aparecerão na saga.

No entanto, é certeza de que as produções terão os nomes de Ian McKellen (Gandalf), Andy Serkis (Gollum) ou Hugo Weaving (Elrond), nos mesmos personagens da franquia rodada por Jackson, com quem Del Toro diz ter uma ótima relação.

"Não só temos um projeto em comum, também uma quantidade horrível de coisas que agradam a ambos, influências, livros, revistas, filmes, hobbies... é alucinante, é como encontrar alguém com quem tivesse compartilhado conversas durante décadas", acrescentou.

    Leia tudo sobre: guillermo del toroj.r.r. tolkien

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG