Estado - Brasil - iG" /

Guerra rebate crítica de Sarney à reportagem do Estado

O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), subiu à tribuna na tarde de hoje para rebater as críticas feitas ontem pelo presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), à reportagem publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo sobre irregularidades na aquisição de imóveis em São Paulo pela família Sarney.

Agência Estado |

Sérgio Guerra disse que a população cobra explicações aos parlamentares na rua sobre a crise política que assola o Senado, e que José Sarney deveria explicar as denúncias que pesam contra ele.

"Tudo que acontecer comigo, com o Arthur (Virgílio), com o José Sarney, com o senador Jarbas Vasconcelos, é questão pública, nós temos de esclarecê-las. Se vamos cassar alguém, é claro que não; se vamos discutir esses fatos, é claro que sim. Se os fatos são fracos, eles vão ceder; se não se sustentam, se não têm conteúdo, eles não aguentam. Se eles têm realidade, verdade, eles vão surgir e vão se consolidar. Essa é a lição da democracia, dos Parlamentos", disse Guerra.

O senador tucano também criticou a postura dos senadores da base aliada que trabalham como "tropa de choque" do senador José Sarney. "Agora, eu não aceito, eu não admito, não admito de forma alguma é o expediente de transformar Senado, democracia, Senado, parlamento num quadro em que pessoas, a pretexto da discordância, promovam a revanche, promovam a ameaça, promovam a distribuição fortuita de notas e informações fraudulentas para ameaçar quem quer que seja", disse.

Ontem, em plenário, Sarney negou que sua família tenha cometido irregularidades na ocupação dos imóveis, afirmou que seu filho, o deputado Sarney Filho (PV-MA), citou os apartamentos na declaração de rendimentos à Receita Federal, e disse que o jornal comete "práticas nazistas" ao publicar reportagens desfavoráveis a ele.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG