Guerra diz que PSDB quer nova eleição na Paraíba

O governador da Paraíba Cássio Cunha Lima foi cassado, mas o PSDB não desistiu de manter um tucano em sua cadeira. O sentimento do PSDB é de injustiça, disse nesta quarta-feira presidente nacional do partido, senador Sérgio Guerra (PE).

Agência Estado |

"Vejo este fato (a cassação) como um grave erro, o que reforça minha convicção de que haverá nova eleição e nós vamos vencê-la." Cunha Lima foi cassado pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob acusação de abuso de poder econômico e político por ter distribuído 35 mil cheques a eleitores em 2006, quando foi reeleito.

Opção do partido para tentar retomar o governo pelo voto popular, o senador Cícero Lucena (PSDB-PB), que pertence ao grupo político do governador cassado, diz que o que ocorreu foi "muito simples". "Sete votos (do TSE) estão cassando mais de um milhão de votos (do povo paraibano)", afirmou.

Lucena e Guerra argumentam que o recurso do PSDB à Justiça, em busca de novas eleições, tem amparo na Constituição federal e também na estadual, que prevê eleição indireta no caso de a vacância dos cargos de governador e de vice acontecer depois de transcorrida mais da metade do mandato.

Leia mais sobre: governador da Paraíba

    Leia tudo sobre: governador da paraíba

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG