Guerra diz que Lula exagerou ao comparar PSDB a Hitler

O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), reagiu às críticas feitas ontem ao partido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva e pela ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, durante congresso do PCdoB em São Paulo. Na ocasião, Lula chegou a comparar os tucanos com o ditador nazista alemão, Adolf Hitler, ao dizer que sentia pena ao ver que o partido planejava um programa de treinamento de cabos eleitorais no Nordeste para as eleições do próximo ano.

Agência Estado |

O tucano considera que Lula exagerou.

No discurso feito durante o congresso na capital paulista, Lula já estava reagindo ao artigo do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso publicado na edição de domingo do jornal O Estado de S. Paulo . O ex-presidente fez críticas pesadas a Lula, acusando seu governo de ser intervencionista em excesso e de estar criando uma espécie de "subperonismo" no País.

"Não gostamos de Hitler, nem de Chávez (presidente da Venezuela, Hugo Chávez). Não discutimos ditadores. Se o presidente tiver curiosidade podemos mandar nossas apostilas para ele. Essas declarações não podem ser sinceras", disse. Guerra também rebateu a crítica feita por Dilma, que chamou a oposição de "patética". "Faltaram argumentos e ideias na cabeça da ministra na hora daquele discurso. É conversa de quem não sabe o que falar. É falta de experiência política", afirmou Guerra.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG