Guerra diz discordar de ataques de alckmin a kassab

O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), disse que acredita na vitória do candidato do partido à prefeitura de São Paulo, mas que não apóia seus ataques ao prefeito Gilberto Kassab (DEM), embasados em fatos de eleições passadas que considera irrelevantes. Comentários sobre a indicação do vice-prefeito, tenho certeza, não é tema relevante e será esclarecido como tal, frisou, referindo-se ao fato de Alckmin ter acusado Kassab de ter dado um golpe para ser vice de Serra na eleição de 2004.

Agência Estado |

O senador acredita que o ponto principal do relacionamento entre os dois partidos, continua inalterado: o de que o governador José Serra sempre considerou "positiva" a indicação e a gestão de Kassab como seu substituto na prefeitura. "Nossa expectativa é que a campanha do doutor Geraldo continue e seja vitoriosa", afirmou.

Sérgio Guerra lembrou que, mesmo quando afirmou que, como candidato do PSDB, Alckmin era também seu candidato, Serra considerou "positiva" a gestão de Kassab na prefeitura. "E o governador vem mantendo suas palavras", alegou. Não é só na capital paulista que o PSDB enfrenta o DEM. Pelos prognósticos do PSDB estadual, em Ribeirão Preto, o partido pode perder a prefeitura para o DEM. O senador Sérgio Guerra nega qualquer interferência do governador José Serra em Ribeirão em favor do DEM, o que acontece na capital do Estado. O fato, segundo ele, é que o DEM lançou uma candidata forte e com apoio popular na cidade, Darci Veras.

    Leia tudo sobre: são paulo

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG