San José - Um guarda-costas da top model brasileira Gisele Bündchen atirou contra o veículo de dois fotógrafos que tentavam cobrir seu casamento com o jogador de futebol americano Tom Brady em uma praia da Costa Rica, informaram hoje os alvos do ataque.

Os fotógrafos são Yuri Cortez, da agência francesa "AFP", e Rolando Avilés, do jornal costarriquenho "Al Día".

AFP
Carro de fotógrafo da AFP que teria sido atingido por disparos


Avilés declarou hoje à Agência Efe que o fato ocorreu ontem depois que vários guarda-costas tentaram recolher o material fotográfico obtido na cidade de Playa Santa Teresa, onde o casamento foi celebrado.

AFP
Gisele e Tom se casam pela 2ª vez
Segundo Avilés, ele e Cortez nunca entraram na propriedade do casal e que tudo ocorreu quando se negaram a entregar as fotos aos guarda-costas.

Quando ambos arrancaram com o carro no qual estavam, que era conduzido por Cortez, viram que um dos guarda-costas sacou uma arma e imediatamente atirou no vidro traseiro, segundo Avilés.

Gisele Bündchen realizou uma segunda cerimônia de casamento no entardecer do sábado em uma praia da Costa Rica com o jogador de futebol americano Tom Brady.

Nos arredores da mansão da modelo, foi montada uma ampla operação de segurança, com a intenção de garantir a privacidade do casal e evitar que as dezenas de fotógrafos e jornalistas presentes no local obtivessem alguma informação.

Para o casamento na Costa Rica, foram convidadas cerca de 50 pessoas, entre parentes e amigos próximos ao casal.

AFP
Pessoas olham os estragos causados no veículo; ninguém se feriu

Leia mais sobre: Gisele Bündchen

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.