Grupo que assaltava bancos na web é preso

Seis pessoas foram presas por furtar senhas bancárias na Internet. O bando realizava transferências entre contas correntes em bancos como a Caixa Econômica Federal, além de compras e pagamentos de boletos. O caso teve início em dezembro de 2006 e era conhecido como Control Alt Del, uma referência ao comando que reinicia os computadores.

Redação |

Luís Carlos Gonçalves Siqueira e Antônio Carlos de Souza Lima foram condenados a 12 e 8 anos de prisão, respectivamente, ambos em regime inicial fechado. Ricardo Castro Marinho, Genilson Gomes da Souza, Marcos Helder Dantas Figueiredo e Christiano Richardson Coutinho Nunes foram condenados de seis a sete anos de prisão em regime semi-aberto.

Os acusados foram denunciados pelo Ministério Público Federal no Pará. Segundo a denúncia, o bando utilizava basicamente três mecanismos para efetuar o pishing - termo que designa a pesca (fishing) das senhas (passwords) bancárias de usuários da internet.

A primeira estratégia era espalhar o programa de computador conhecido como "cavalo de tróia" ou trojan, que capturava informações pessoais das vítimas quando abertos nos aparelhos infectados e as repassavam para o e-mail da organização criminosa.

Outro mecanismo era o envio de e-mails com mensagens ameaçadoras ou que anunciavam supostas dívidas da vítima com o Serasa. Nas mensagens, a quadrilha pedia dados bancários do usuário, como senha e número da conta.

O último esquema era a criação de páginas clones sobre as páginas virtuais de instituições bancárias. Os usuários eram direcionados para sites falsos ao tentar acessar os endereços originais.

    Leia tudo sobre: assalto a bancocrime na web

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG