A Polícia Militar (PM) prendeu nesta madrugada sete suspeitos de invadir uma empresa de plásticos para roubar o dinheiro de um caixa eletrônico instalado no local, em São Bernardo do Campo, no ABC paulista. Um dos suspeitos foi detido próximo à empresa.

O restante do grupo foi capturado durante perseguições policiais. Nada foi roubado do caixa eletrônico.

Um dos suspeitos escalou o muro para invadir a empresa no começo da madrugada, no bairro Jordanópolis. Ele abriu o portão para que o restante da quadrilha entrasse. O vigia da empresa foi rendido, amordaçado e deixado em um cômodo, na guarita. Depois, o grupo se dirigiu ao posto de uma agência bancária instalada na empresa. Eles arrombaram o caixa eletrônico com o uso de um maçarico.

A empresa que faz a segurança para a companhia de plástico notou que havia algo errado e acionou a polícia. Viaturas do 6º Batalhão da PM foram até o local. Ao perceber a chegada dos policiais, os suspeitos fugiram, deixando para trás um maçarico, um botijão de gás e um pé-de-cabra. Houve um princípio de incêndio no caixa, que foi extinto rapidamente pelos bombeiros.

Um dos suspeitos foi capturado a pé nas imediações da empresa. Mais três foram detidos quando rodaram com o carro, que foi parar no canteiro central de uma rua no bairro Pauliceia. Com um deles, foi apreendido um revólver calibre 38, com seis munições intactas e a numeração raspada.

Perseguição

Os três suspeitos restantes foram presos após perder o controle de um outro veículo debaixo de um viaduto, nas proximidades do quilômetro 20 da Rodovia Anchieta, sentido litoral. Eles tentaram correr a pé, mas foram alcançados pelos policiais. Ninguém se feriu durante as perseguições.

Conforme a PM, o caixa eletrônico da empresa foi alvo de um roubo há cerca de três meses, praticado por ladrões que usaram o uniforme da empresa para invadir o local. "Acreditamos que esta possa ser a mesma quadrilha", disse o tenente Leonardo Jurcovice. O caso foi registrado no 2º Distrito Policial (DP), de São Bernardo do Campo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.