Grupo de mídia argentino denuncia interferência em transmissões via satélite

A Artear, a empresa de produção de conteúdo audiovisual do poderoso grupo Clarín, da Argentina, denunciou nesta quinta-feira ter sofrido interferências intencionais nas transmissões via satélite de seus canais da televisão aberta e paga e de suas rádios AM e FM.

AFP |

"Nas últimas 48 horas, (a Artear) sofreu interferências que impediram a recepção de seu sinal, que vai via satélite para o interior do país e para o estrangeiro", indicou o comunicado lido no ar por jornalistas das emissoras TN e Canal 13.

O fato foi denunciado como "um ataque à imprensa" pelo Clarín, jornal de maior circulação do país, que em sua edição desta quinta-feira descreve o episódio e pede um debate para discutir uma nova legislação de radiodifusão.

A presidente Cristina Kirchner lanço na semana passada um pré-projeto de Lei de Serviços Audiovisuais, que substituirá a Lei de Radiodifusão, vigente desde a última ditadura (1976/83).

O governo incentiva a aprovação da nova norma como um instrumento para pôr fim à prática do monopólio nas comunicações argentinas, mas é criticada pela oposição e por grandes grupos de mídia, que a consideram uma violação da liberdade de imprensa.

A nota da Artear acrescenta que "segundo informou a empresa Intelsat, que opera o satélite IS-3R, o sinal da TN (Todo Noticias) e do Canal 13, assim como o da Rádio Mitre (AM) e da FM 100, foi interrompido na terça-feira por quase três horas, e ontem (quarta-feira) por mais de duas horas".

A Intelsat detectou "uma forte interferência no transpondedor utilizado pelo sinal da Artear", indicando que "as únicas prejudicadas, entre todos os usuários do satélite, foram os sinais da empresa Artear".

O vice-presidente da comissão de Meios de Comunicação do Senado, o opositor Juan Carlos Marino (UCR, social democrata), considerou o fato como "de uma gravidade institucional complicada", e disse que apresentará um pedido de informações ao Comitê Federal de Radiodifusão (COMFER).

ls/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG