Tamanho do texto

Um grupo de 250 índios da etnia caioás invadiu, na madrugada de hoje, uma fazenda situada no município de Coronel Sapucaia, no Mato Grosso do Sul, divisa com o Paraguai. Eles portavam arcos, flechas, lanças e ferramentas agrícolas como armas.

O imóvel é vizinho da Fazenda Madama, onde houve enfrentamento entre indígenas e não índios em 2007. Na ocasião, a rezadeira da tribo, Julite Lopes, 70 anos, morreu no local com vários tiros.

Segundo informações do Conselho Indigenista Missionário, o grupo de invasores estava acampado nas margens da rodovia estadual MS-289, a 5 quilômetros da propriedade rural invadida, que é considerada parte da "terra tradicional Kurussu Ambá".

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.